Por que a Mata Atlântica?

 

A Mata Atlântica se localiza de norte a sul do Brasil, sempre paralela ao litoral. Ela cobria a baixada e subia pelas encostas das montanhas, que correm paralelas à costa do país.

Em função do grande desmatamento que esta mata sofreu com o passar do tempo, a floresta da baixada sumiu, restando hoje somente a da montanha. Hoje só há 7% desta mata em todo o Brasil.

Apesar de tão reduzida, o que nos surpreende na Mata Atlântica é sua diversidade de flora e fauna. São várias as espécies endêmicas. As plantas crescem tanto na terra como em galhos e troncos de árvores. São as bromélias e as orquídeas. Essas plantas se alimentam da água da chuva, que traz os sais minerais necessários a sua sobrevivência. As bromélias também abrigam em seus copos pequenos insetos, répteis e batráquios (sapos e pererecas) e as aves bebem e se banham nas águas acumuladas nessas plantas.

Assim sendo, não é de se admirar que as pessoas de todo o mundo queiram vir ver essa rica diversidade e, dentre elas, os observadores de aves são os mais entusiasmados.